Coluna Social – Regina Helena + Glauco Toth “By Life” – edição 57

Coluna Social – Regina Helena + Glauco Toth “By Life” – edição 57

Casal Destaque: Walter Oliveira e Marta relembrando o dia do tradicional “sim”. Hoje, depois de muitos anos a mesma felicidade.


Só Sorrisos: Carmen Verônica Alves José é ensinamentos, tanto na área médica como em sua página do facebook. Sempre otimista mostra a todos um caminho de solidez e luz.


Porta Retratos: Antonio de Souza, hoje aposentado, deixou vida profissional com brilhantismo. Foi Delegado de Polícia de 1982 a 2018, na região de Marília, Presidente Prudente e São Paulo.
Na capital paulista, trabalhou no Deatur, Decap e Corregedoria Geral.
Aposentou como delegado de primeira classe, fez o Curso Superior de Polícia.
Deixou amigos em Marília e tem boas recordações nessa profissão que amou, cumprindo normas e a Lei, atendendo atenciosamente as partes, procurando ajudá-las, solucionando problemas e presidindo a polícia judiciária.
Concluiu o Curso Superior de Polícia com louvor.


Fundo do Baú: Regina Aparecida Perpétuo, fisionomia marcante, olhar de busca de informações, é a mesma hoje. Conhece a história de Marília (SP) como poucos e sua página no Facebook é muito vista.


Destaque: Nadir de Campos
“Negros e negras das mais diversas profissões e cantos da cidade de Marília, se reuniram no último sábado (26), na residência do ex-vereador Dr. Nadir de Campos para homenageá-lo com o título de patrono do recém criado Instituto UNCORA (Unidos contra o Racismo). O Instituto que começou suas atividades em dezembro de 2019, cuja visão é ser um instrumento do exercício da cidadania em busca de uma sociedade desprovida de qualquer forma de discriminação racial, tem como objetivo para além de criar uma rede de solidariedade entre negros, contribuir com a implementação de políticas públicas que visem combater o racismo.
O homenageado, ex-vereador e advogado Dr. Nadir de Campos (86) foi um marco na política mariliense, visto que é um dos poucos negros a terem ocupado uma cadeira no legislativo municipal. O ex-vereador teve uma trajetória marcada pela luta contra o preconceito e discriminação racial, de modo a ter se tornado uma referência para a população negra. Foi justamente pelo reconhecimento de sua contribuição, nos anos de atividade política e profissional, que lhe foi atribuído o título de patrono do Instituto UNCORA.
Durante seu discurso, após receber o título e agradecer a homenagem, Dr. Nadir, esbanjando lucidez aos 86 anos, ainda criticou os anos de ausência e sub-representação da população negra na Câmara Municipal de Marília. Também ressaltou a importância da participação política e união entre negros. Além dos membros do Instituto Unidos contra o Racismo, também estavam presentes amigos e familiares do ex-vereador.
Segundo a presidente do UNCORA, Sônia Custódio, “o instituto começa bem suas atividades reconhecendo a importância da trajetória do Dr. Nadir de Campos, que é uma referência para todos nós da etnia negra”.
A homenagem foi conduzida pelo Coronel da Reserva da PMSP e 1º Secretário do Instituto, Sugar Ray. O Instituto reuni pessoas de todos os tons de pele que sejam sensíveis a luta contra a discriminação racial. A confraternização seguiu até o fim da tarde em um ambiente de rico
debate sobre os desafios da população negra na cidade de Marília”.
Texto: Allan Brito


Foto é Fato: Jornalista Célia Ribeiro entre nora Érika e filho Moreno dispensam legenda; alegria.

Regina Helena é uma rocha e demonstra não conhecer o impossível. Pautada no amor, fé e na cumplicidade, mostra em tudo que faz o agradecimento a Deus. Sempre prestativa tem um carisma que contagia e apesar dos seus quase 77 anos parece uma jovem sonhadora. Profissionalmente, começou no Jornal da Manhã e foi "mestra" de estagiários que ocupam hoje lugar de destaque.

2 comentário em “Coluna Social – Regina Helena + Glauco Toth “By Life” – edição 57

  1. Fico muito feliz de ser homenageada pela amiga Regina. Ela conseguiu ver nessa foto a minha curiosidade com coisas boas, a História da Nossa Cidade , seu pioneiros e muitos anônimos ; e é tentando resgatar suas histórias , trabalho e luta que tento saciar minha curiosidade . Quem sabe eu consiga um dia acrescentar as trajetórias desses anônimos nos livros de Marília.
    Muito obrigada .Xará

  2. Boa tarde querida amiga e grande jornalista vocacionada Regina Helena. Adorei sua matéria, que deixou me muito feliz, obrigado pela lembrança e pelo que falou a meu respeito, mesmo aposentado, continuo à disposição, pois, nossa amizade infindável não tem preço. Abraços a você e aos marilienses, cidade que me acolheu de 1974 a 2000, beijos querida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *