Auto Papo – Carro zero km, nem tanto!

Auto Papo – Carro zero km, nem tanto!

Salvo raras exceções de adulterações ou substituição, o hodômetro de um carro marca exatamente 0km apenas em duas situações que são: quando deixa a linha de montagem ou após ultrapassar a marca de 999.999 km, ou seja, são marcas praticamente impossíveis de serem vistas pelos motoristas.

A impossibilidade de ter o privilégio de ver somente o número zero no hodômetro se dá por alguns fatores. No caso de veículos muito rodados, são raríssimos os que conseguem a façanha de chegar a 1 milhão de km, já que, 99,9% se acabam antes de atingirem essa marca. Por outro lado, no caso de veículos novos, quando o proprietário tem o primeiro contato com o carro, o mesmo já marca alguns km registrados e Isso se deve ao fato que da linha de montagem até as mãos do seu dono, ele já fez diversos deslocamentos e no caso dos importados, andam até mais, pois, possuem uma logística de transporte mais complexa, sendo transportados de navio e cumprindo uma ” via sacra” que vai da linha de montagem para a carreta que os leva até o porto, posteriormente andam até o gigantesco navio, no fim da viagem saem do navio, vão para a carreta outra vez em direção a montadora ou importadora instalada aqui no Brasil, sobem na carreta pela terceira vez em direção a concessionária que efetuará a venda, para então finalmente chegar ao comprador.

No caso dos veículos produzidos aqui mesmo no Brasil, o transporte é menos complexo e se dá da linha de montagem até a carreta que os leva até as concessionárias revendedoras. Sejam importados ou nacionais, nenhum veículo deixa de dar os seus primeiros passos antes mesmo de conhecer o seu dono.

Podemos notar o quanto é complexa a tarefa do transporte de um veículo da linha de montagem até as mãos de seu proprietário/consumidor final e tudo isso tem que ser feito de maneira minuciosa, com um extremo cuidado para evitar danos como furtos, roubos, arranhões ou colisões mais graves, não podendo nos esquecer que os custos de frete são repassados ao consumidor final.

Não existe uma lei que determine uma quilometragem tolerada para que o carro seja considerado zero km, mas algumas dezenas são aceitáveis. Vai da sorte do comprador adquirir o seu veículo com o menor número registrado no hodômetro e ter a máxima sensação possível de estar comprando um verdadeiro zero km.


www.depositphotos.com
www.istockphoto.com

Um jovem com brilho de conhecimento de diversas áreas. Amante de automobilismo, aviação, motos e porque não dizer que tem uma inspiração de variados assuntos. Quem o conhece se encanta e sente nele um mundo que não é esse por sua pureza, educação e presteza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *