Auto Papo – Etanol ou Gasolina, Qual Usar?

Auto Papo – Etanol ou Gasolina, Qual Usar?

No final dos anos 70 a Fiat foi a pioneira em lançar um carro movido a álcool com o seu modelo 147, uma evolução da engenharia que foi seguida por outras montadoras para driblar a crise do petróleo da época. Com o passar dos anos a produção e custo do petróleo se tornaram vantajosos outra vez e o álcool combustível é que deixou de ser atrativo, dessa forma, nos anos 90 praticamente 95% dos carros vendidos eram movidos a gasolina. Essa realidade começou a mudar no ano de 2003 quando a Volkswagen foi a primeira a lançar um carro que poderia ser abastecido com álcool ou gasolina em qualquer proporção, tratava-se do Gol 1.6 Total Flex. Logo as outras montadoras seguiram a mesma idéia e o que se vê atualmente é praticamente 100% dos carros nacionais e até mesmo alguns importados equipados com motor flexível.

O álcool evoluiu de nome e passou a se chamar etanol, mas nem todos os motoristas fazem as contas na hora de abastecer para saber qual combustível é mais vantajoso para o bolso e para o carro.

Segue-se a regra de que o etanol é mais vantajoso se custar até 70% do preço da gasolina, mas seguindo a premissa de que para toda regra existe exceção, há alguns aspectos que o motorista deve observar na hora de escolher entre o etanol e a gasolina, já que, cada carro tem o seu consumo próprio e cada combustível tem suas vantagens e desvantagens.

O etanol tem a vantagem de dar alguns cavalos a mais de potência ao motor do carro devido a sua melhor detonação e polui bem menos que a gasolina, porém suas principais desvantagens são o consumo maior comparado a gasolina e o fato de em sua composição ser adicionado 5% de água pode ser prejudicial a alguns componentes mecânicos como bomba de combustível, bicos injetores e bombas de alta em motores turbo, principalmente os da linha TSi da Volkswagen.

A gasolina tem a vantagem de dar mais autonomia aos veículos apesar de 27% de sua composição ser composta de etanol no Brasil, mantém componentes mecânicos como bomba de combustível e sistema de escapamento mais duráveis, dentre outros. Por outro lado, é um combustível mais poluidor e não é oriundo de fonte de energia renovável como o etanol que é oriundo da cana de açúcar.

No que tange aos preços, o etanol sofre variáveis em épocas de safras ou escassez da cana de açúcar e da variação do dólar que se estiver elevado o produtor fabrica o açúcar para exportação. Já a gasolina sofre variação de preço devido a atual política da Petrobrás em se basear na cotação do dólar e ao preço do barril de petróleo a nível mundial.

Portanto, podemos concluir que escolher entre o etanol e a gasolina na hora de abastecer não é uma tarefa tão simples como a maioria dos motoristas acredita ser, pois exige cálculos e conhecimentos para pesar menos no bolso principalmente nessa época de combustíveis com preços nas alturas.

Crédito das fotos:
www.brasilagro.com.br
www.preparadopravaler.com.br

Um jovem com brilho de conhecimento de diversas áreas. Amante de automobilismo, aviação, motos e porque não dizer que tem uma inspiração de variados assuntos. Quem o conhece se encanta e sente nele um mundo que não é esse por sua pureza, educação e presteza.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *